Poema do “Cuidador Informal”

Cuidador Informal

I

Cuidador é aquele que por afecto ou amor

Cuida fervorosamente dos seus familiares ou progenitor

Retribuindo o carinho e dedicação de uma vida inteira

E na partilha das alegrias e tristezas com a esposa ou companheira

 

II

Todos os dias desde o acordar até ao deitar

Começam as tarefas diárias com banhos e a refeição

Mudar fraldas e cuecas, tratar das roupas e toma da medicação

Enfim, não falta trabalho sem direito a retribuição

 

III

Debilitados fisicamente e por vezes mentalmente

Em consequência de acidentes ou sequelas de diversas patologias

Estão excluídos de uma vida sã e dependente exclusivamente

Do auxilio do cuidador, para suportar as incapacidades e arrelias

 

IV

Para cuidar dos seus familiares, muitos cuidadores

Tiveram de abandonar o trabalho com perda de rendimentos

No presente e no futuro na reforma serão penalizados

Por assumirem esta atitude tão abnegadamente

 

V

Aprisionados voluntariamente sem poder usufruir

De uma vivência plena, os cuidadores estão socialmente

Isolados, as férias, os passeios, e os convívios são para banir

Sofrem de grande desgaste fisicamente e por vezes mentalmente

 

PARA LER + »»»»»»»

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.